sábado, 11 de dezembro de 2010

Como custa ser diferente.


" Há pessoas que nascem assim, como se tivessem um buraco na alma, uma peça que falta no corpo.
Algo que não se vê  e só se sente, e caminham uma vida inteira assim, diferentes dos outros sem que ninguém se aperceba.
É uma tristeza, uma não pertença a lado nehum, ........ é um mal estar  que dói e nos aperta o peito.  É o sentirmo-nos impotentes por não conseguirmos explicar a ninguém exactamente o que está errado.
Ser diferente é difícil. É viver condenado a estar só mesmo quando acompanhado. E depois há a culpa, esse terrível que nunca nos abandona, porque há sempre alguém que está pior, porque nunca conseguimos explicar a quem está ao nosso lado porque...."
" Deveria haver forma ou modo de conseguir fugir deste destino. Mas nem o passar dos anos alivia a carga, apenas nos permite encontrar um silêncio profundo que os outros tomam por bom senso, maturidade, um reduto onde nos esconder de tudo, de todos e principalmente de nós."
         Para ti do fundo do meu coração - Luísa Castelo-Branco

Estas, são algumas frases retiradas aleatóriamente, do novo livro recentemente publicado, por Luísa Castelo-Branco. Um livro com uma escrita fácil descomprometida mas sentida. Como Luísa refere no seu livro, são olhares dispersos sobre a sua vida e a vida dos outros. Enfim, são pedaços de vida roubados.
Quem sabe uma boa escolha para presente de Natal.

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Erase una vez.....Galicia - SANTIAGO DE COMPOSTELA



 Santiago de Compostela uma paragem obrigatória. Deslumbrante e Inesquecível.
 Como a cultura Céltica se funde com o Religioso numa harmonia sem precedente. 
 Tudo é história! Tudo é espiritual.

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Uma pausa!

Um pequeno permonor de parede.
A escolha é sua, entre Florio Cinzano e um Café Martin.

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Champalimaud Research Centre



Não existe, melhor forma de se comemorar o dia da Républica, com algo que esteja ao nível da ocasião.
Assím, hoje, inaugura-se o grande Centro de Ciência e Investigação Champalimaud, sob  a presidência da Drª Leonor Beleza..
Um projecto, arrojado, inovador,com o melhor que se faz em Ciência, com sentido de responsabilidade, dedicado ao estudo e tratamento do crancro e na área das neurociência.
Um projecto dirigido às pessoas, enfim à sociedade e para beneficio destas. Pretende ser uma referência mundial.
É um motivo de orgulho, Portugal, ter um Centro de Investigação de Ciência, a ombriar com aquilo que existe de melhor e inovador em todo o mundo. Isto sim, é fazer História!
Não quero deixar de salientar, toda a dedicação dada pela Drª Leonor Beleza e toda a sua equipa, em prol de uma causa maior, o colocar este projecto em pé e ao serviço de todos.
Obrigado Champalimaud.
Bem haja, Drªa Leonor Beleza!

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Art of noise "moment in love"

Para comemorar o Regresso , decidi brindar com este video .

Art of Noise - "Moments In Love " .

Espero que gostem.

domingo, 18 de julho de 2010

Passeio pelo Tejo

Velejar pelo Tejo.

Um dia de Verão, passado a velejar no Tejo. Paisagem magnífica.
Devo confessar que foi uma experiência inesquécivel.
O "Lobo do Mar", esteve à altura. Só me lembro, estibordo, bombordo e caça, etc.
O vento esteve a favor, a temperatura agradável e as companhias também.

Doca de Belém
Estamos na Doca de Belém, depois de regressarmos do passeio. O barco já no seu lugar e bem âncorado.
É para repetir!

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Quem é Joana Carneiro?

Um jovem talento Português, Joana Carneiro e maestrina de alma, coração e profissão.

Como é bom sabermos que afinal também temos jovens talentosos.

Conheça um pouco esta jovem visionando o vídeo.

Bem hajas, Joana!

Noites de Verão.

Largo de São Carlos.

A Orquestra Gulbenquien, dirigida pela maestrina, Joana Carneiro, que nos brinda com uma peça de Tchaikovsy. Veja-se a entrega desta maestrina ao dirigir a orquestra. Jovem talento Português!

As noites de Verão, insere-se no Festival de Música, promovido pelo Teatro São Carlos, em Lisboa.

Decorre, junto ao largo de São Carlos, ao ar livre a entrada é grátis e poderá assistir a vários espectáculos.

terça-feira, 29 de junho de 2010

Rodrigo Leão.

Rodrigo Leão & Cinema Ensemble - Casino Estoril ( Apresentação do albúm A Mãe)

O melhor que se faz em Portugal. Momento mágico, sublime de natureza espiritual, especialmente a primeira música, que se chama, Histórias.

segunda-feira, 21 de junho de 2010

No interior do nosso Portugal.

Marina da Amieira

Explanada com vista para a Marina

Pois é, mesmo no inetrior do nosso Alentejo, a nove quilómetros de Espanha, podemos usufruir de momentos de um profundo relaxamento e dedicarmo-nos a desportos naúticos. O cheiro característico, da flora alentejana, a sua paisagem característica, podemos juntar uns momentos de descanso contemplando a natureza e o rio. Já nem quero falar do restaurante panorâmico.
Vale a pena passar por lá. Experimente!
Já agora, sabe onde fica a Marina da Amieira?


sábado, 19 de junho de 2010

Libera luminosa.

Ave Maria Libera luminosa - Giulio Caccini

Existem momentos inesquéciveis, digo mesmo, sublimes.

Assisti, ouvi, senti e adorei!

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Bisbilhotice.

O Mexerico

Tagarelar sobre o que os nossos amigos e vizinhos fazem é uma forma deliciosa de nos distrairmos e não olharmos atenta e friamente para os nossos próprios problemas. A sério? Bem, eu nunca...Sempre pensei que eles eram muito felizes. Ele fez isso? Ela não era mulher para ele. Oh, pobre coitadinha. Ela tem a mania que é esperta. Coitadinho, como ele sofre, veja-se até chora, por causa dela. Elá é uma víbora.
Não quero tomar partido, mas ele gostava demasiado de mulheres. Não sei como é que ela aguentava aquilo. Isto por aqui parece uma telenovela, dizemos nós, e percebemos que não precisamos de uma telenovela pela simples razão de que temos isto por aqui.
Na verdade, toda esta bisbilhotice, só existe, porque a raça humana, tem um lado escuro. Também, porque é uma forma de escondermos as nossas frustações, enfim a nossa medíocridade. Afinal, falar do outro, dá-me a falsa sensação que sou melhor.
E você o que pensa desta temática?

terça-feira, 8 de junho de 2010

Aos Amigos!

A Amizade
Alguns dias atrás, assisti a uma conversa entre duas pessoas amigas e sobre a temática da amizade. Uma disse à outra, passo a citar: " (...) Olha que as pessoas não são para ti, o que tu és para elas(...)"
Mais tarde, comentei este incidente, quis o acaso que eu o tivesse presenciado, com uma amiga minha, que de imediato retorquiu, passo a citar: "(...) Depende das expectatativas que cada um põem nas outras pessoas!"
Reflecti, sobre esta resposta, e eis, que me assaltou as seguintes questões. Os amigos medem-se por expectativas? Será suposto ter expectativas e medi-las em relação aos amigos?
Ao meditar sobre estas duas questões, dei por mim, a procurar o significado da palavra expectativa.
Assím, a palavra expectativa, deriva do latim, es(s)pectare, significa esperança fundada em promessas, viabilidades ou probalidades.
Á luz, desta definição, a amizade, é aqui comparada como um negócio. Um negócio, para ser bom, tem que ser viável, lucrativo e corresponder assím, às expectativas de ambas as partes.
Mas, uma amizade, não é um negócio! Pois, não tem como fim gerar lucro.
Como todos nós, já ouvimos dizer, um amigo não se faz, mas reconhece-se. Um tesouro nem sempre é um amigo. Mas um amigo é sempre um tesouro.
Por um lado, a verdadeira amizade é aquela que o vento não leva e a distância não a separa. Por outro lado, a amizade que não é cultivada sempre, é um sentimento cujas chamas lentamente se vão apagando.
Defendo, que um amigo" ou é ou não é", não existem meias tintas. Muito menos se medem por expectativas. Também, na verdadeira amizade, não existe espaço para disputas inúteis e estéreis,competição, falsidade, ciúmes e todos aqueles sentimentos negativos, que brotam do lado escuro, da alma humana.
E você o que pensa desta temática?

sábado, 5 de junho de 2010

Déjà-vu


Déjà -Vu
Existem muitas teorias sobre o que causa a sensação de déjà-vu. Uma delas sustenta que o nosso espírito consegue viajar no tempo mais depressa do que os nossos corpos terrenos e que, por isso, de vez em quando, ele avança em direcção ao futuro, por razões que não sabemos explicar. Uma outra proclama que é porque reencarnamos e as memórias antigas de vidas passadas abrem caminho até à nossa consciência actual. E depois há a teoria do universo paralelo, que sugere que as nossas vidas apontam sempre em diferentes direcções quando tomamos decisões importantes e que, no momento em que sentimos o déjà-vu, estamos a estabelecer uma ligação com esses mundos paralelos.
Todas elas ignoram até certo ponto a sensação de déjá-vu propriamente dita, que é tão-somente jubilosa e hipnótica, independentemente do que seja de facto.
As experiências de déjà-vu também permanecem connosco, inscrevendo-se nos bancos da nossa memória, de onde podem ser resgatadas sempre que acontecem aquelas conversas sobre déjà-vu - normamente enquanto se bebem uns quantos copos de vinho a altas horas da noite.
Acontece que eu tenho uma teoria pessoal sobre o déjà-vu. Penso que são os nossos cérebros a reiniciar - um mecanismo de segurança neurológico destinado a limpar os fundos da nossa consciência e a deixar-nos frescos e despertos.
E você já teve esta sensação do déjà-vu? Qual é a sua teoria?

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Corpus Christi.

Santíssimo
Hoje, comemora-se o Corpus Christi.
Corpus Christi, uma expressão latina, que significa Corpo de Deus. Sendo pois, uma festa que celebra a presença real e substancial de Cristo na Eucarístia.
Este dia, está intimamente ligado com a quinta feira santa, última ceia e a sexta feira santa, sendo culminar desta triologia. Acontece, sempre a uma quinta feira, seguido ao domingo da Santíssima Trindade.
A origem da solenidade do Corpo e Sangue de Cristo, remonta ao séc XIII. A igreja católica sentiu a necessidade de realçar a presença real do " Cristo Todo" no pão consagrado.
Ordenada por D. Dinis, a festa de Corpus Christi começou a ser celebrada em 1282.
Em Portugal, nas vinte dioceses fazem-se procissões a partir da igreja catedral, sendo em Braga, no Minho, Ponte de Lima, Porto e Lisboa onde atinge o maior explendor.

sábado, 29 de maio de 2010

Campanha do Banco Alimentar.



Fim da linda: Sem abrigo

O banco Alimetar contra a fome vai estar nas ruas este fim de semana.

Com pouco é possível ajudar muitos, diz Isabel Jonet, sublinhando que " basta um pequeno esforço de cada um de nós para que essas pessoas possam ter vidas mais dignas e os seus sofrimentos minorados."

Quem quiser participar, basta aceitar um saco e colocar alimentos perecíveis, como o leite, massas, conservas, farinhas para os bébés.

Todos estes produtos serão encaminhados para mais de 1700 instituições de solidariedade social, que por sua vez ajudam 275 mil pessoas carenciadas.

Vamos fazer a multiplicação dos pães.

Vá lá participe!

terça-feira, 25 de maio de 2010

A IDADE DO CÉU

Simone e Zélia Ducan: Idade do Céu

Estamos tão preocupados com o tempo, com os nossos afazeres, que raramente fazemos uma pausa para nos conectarmos connosco mesmos.

Algumas pessoas pensam que são o que a sua aparência física revela. O corpo nada mais é do que a garagem onde temporariamente estacionamos a alma.

sábado, 22 de maio de 2010

Uma Jóia feita por Reis para Reis.

Tapada Nacional de Mafra:Veados que podemos observar.

Decidi hoje, interromper o meu voto de silêncio, para assinalar o Dia da Biodiversidade, vinte e dois de Maio. Afinal, nem só de crise vive o Homem!
A Biodiversidade traduz-se na quantidade de espécies de seres vivos existentes no Planeta. Calcula-se que existam entre dezoito a vinte milhões de espécies, das quais só 10% estão estudadas a nível cintífico.
Contudo, sabe-se e estamos todos alertados, que a acção do Homem por vezes descontrolada põem risco a biodiversidade, começando desde logo, pela destruição dos habitats de cada espécie.

Tapada Nacional de Mafra: Gamos e Javalis

Bem perto de nós, existe o Parque Nacional da Tapada de Mafra, uma jóia feita por Reis e para Reis. O parque foi criado para o lazer dos Reis. Não obstante, actualmente, mesmo vivendo-se numa República, aliás comemora-se este ano, o Centenário da República, podemos estar em contacto com a Natureza e bem perto de Lisboa a acerca de trinta minutos.
No parque poderá participar em várias actividades, desde de passeios pedestres com a família, passeios de BTT, participar em Jogos Tradicionais,e na Caça ao Tesouro. Ao mesmo tempo, contemplar a grande diversidade, de flora e fauna lá existente e respirar ar puro.
Uma sugestão para um fim de semana para ser passado com a família e amigos.
Afinal, o dia da Biodiversidade é todos os dias!

sábado, 8 de maio de 2010

Mudam-se os tempos, mundam-se os protagonistas, mudam-se os lugares.


Uma tarde de Maio em Sintra

Lord George Noel Byron, nasceu a 22 de Janeiro de 1788, foi poeta romântico, considerado um dos maiores da Língua Inglesa, deixando várias obras. Foi levado pela sua mãe, Catherine Gordon para Aberdeen na Escócia. Enquanto criança herdou o título e as propriedades do 5º Barão de Byron, tornando-se o 6º Barão Byron. Conclui os seus estudos em Cambrige. Foi também membro do parlamento Inglês. De um efémero casamento nasceu uma filha, Augusta Ada, a qual deixou em Inglaterra, quando resolveu dar inicio, ao seu ciclo de aventuras, por Suiça, Grécia, Espanha e Portugal.

Villa de Sintra

Esteve em Portugal e deixou-se encantar por Sintra, tendo ficado deslumbrado e encantado à primeira vista com o ambiente de neblina e mistério da Villa e arredores, a que chamou "Glorius Eden".
A sua vida é típica de um herói romântico com todas as aventuras, conflitos interiores e paradoxos.
A comprovar o seu encanto pela Villa de Sintra, Byron escreveu:
"Eis que em vários labiritinto de montes e vales
surge o glorioso Eden de Sintra
Ai de mim! Que pena ou pincel

logrará jamais dizer a metade sequer
das belezas destas vistas(...)?"
( Lord Byron )



Uma tarde de Maio em Sintra

Mudam-se os tempos, mudam-se os cantinhos e mudam-se os protagonistas, desta vila tão rica em História, sendo pois, a Vila considerada Património Mundial, com as suas idílicas paisagens e com os seus palácios.
Assím, numa tarde de Maio, trocou-se o Cantinho do Lord Byron, pelo Café Paris, trocaram-se os protagonistas também. Eis aqui, dois grandes signatários do Episcopado Português, sentados na cafetaria, trocando ideias tomando o seu café e apreciando as belas vistas.
Como os tempos mudam e nada permanece igual, apenas na nossa imaginação.
Apesar de todas as mudanças existe algo imutável, o "Glorioso Eden de Sintra."

domingo, 2 de maio de 2010

Hoje é o Dia da Mãe.

Maria

Hoje é o dia da Mãe! Cada um de nós e à sua maneira se lembrou da sua mãe consanguínea.
No entanto, em sentido mais amplo, será que cada um de nós de lembrou da Nossa Mãe? Ou seja, a mãe de todos nós em sentido espiritual.
Esta, é a minha singela homenagem, a todas as mães e aquela que em especial por todos nós zela .
Obrigado Mãe!

sábado, 1 de maio de 2010

Beltane ou 1º de Maio.


Comemoração da Festa Beltane


Beltane, ocorre no pico da Primavera. Marca o momento em que a Terra se aquece pelo calor do Sol e o Inverno é deixado para trás. É celebrado no hemisfério norte a 1 de Maio.

Na Bretanha, a união do masculino com o feminino ainda é reconhecida nas comemorações tradicionais do Primeiro de Maio( Senhor da Floresta), com a coroação da rainha da Primavera.

Como tradição, as pessoas queimam oferendas como, por exemplo, totens ou animais, fazem banquetes. Acendem fogueiras, com um mastro e dançam ao seu redor. Tudo isto para garantir boas colheitas de trigo recém semeado.

Não obstante, o 1 de Maio, também é assinalado por outras culturas e outros povos de modo diferente. Assím, é comemorado o dia do trabalhador, sendo este feriado celebrado mundialmente.
Importa referir, que em 1886, realizou-se uma manifestação nas ruas de Chicago nos Estados Unidos da América. Esta manifestação tinha como objectivo, reivindicar a redução da jornada de trabalho de 16 horas para 8 horas diárias e contou com a aderência de milhares de pessoas. Como resultado desta manifestação e algumas greves, foi reduzido o número de horas de jornada diária para 8 horas.
Actualmente, comemora-se esta conquista de diversas formas, por exemplo em Portugal, nomeadamente no Algarve, é costume a população dizer no dia 1 de Maio, uma expressão popular, que passo a citar: "Vamos atacar o Maio!"
Assím, a população comemora este dia, promovendo pic-nics no campo com a família e amigos, dos quais não pode faltar o célebre folar e são organizadas algumas festas.







domingo, 25 de abril de 2010

Dias que fizeram história.

Uma tarde de Abril em Sintra.

Cantiga de Amigo

Nem um poema nem um verso nem um canto

tudo raso de ausência tudo liso de espanto

e nem Camões Virgílio Shelley Dante

o meu amigo está longe

e a distância é bastante.

Nem um som nem um grito nem um ai

tudo calado todos sem mãe nem pai

Ah não Camões Virgílio Shelley Dante!

o meu amigo está longe

e a tristeza é bastante.

Nada a não ser este silêncio tenso

que faz do amor sozinho o amor imenso.

Calai Camões Virgílio Shelley Dante:

o meu amigo está longe

e a saudade é bastante!

Ary dos Santos

sexta-feira, 23 de abril de 2010

A Mentira.


A Mentira

" Nenhum mentiroso tem uma memória suficientemente boa para ser mentiroso de êxito."

Lincolon, Abrahan

" Nenhuma mentira chega a envelhecer no tempo."

Sófocles

" A mentira revela alma vil, espirito apoucado e carácter viciado."

Bacon, Francis

" Aquele que diz uma mentira não calcula a pesada carga que põe em cima de si, pois tem de inventar infinidade delas para sustentar a primeira."

Pope, Alexander

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Relativismo

Oceano


Muitas vezes reflectimos sobre a nossa existência. Qual o significado da nossa vida? Qual a nossa missão? Pensamos, pensamos e lá arranjamos algumas respostas . A maioria destas respostas, apenas, fazem sentido a nós próprios. Deste modo, lá conseguimos ficar, um pouco mais, patéticamente tranquilos e alegres, por mais algum tempo. Outras vezes, as respostas continuam a não fazer sentido ou são vagas, não sei se é, por sermos exigentes com nós próprios ou por negligência nossa.
Na sequência desta temática, encontrei uma pequena frase, uma reflexão da Madre Teresa de Calcutá. Não obstante, a frase é pequena mas encerra uma grande verdade.
" Nós sentimos sempre que o que estamos a fazer é apenas uma gota no oceano. Mas o oceano seria mais pequeno sem essa gota."
Madre Teresa
Será que tudo é uma questão de perspectiva? É tudo relativo dependendo do ponto de vista?

quinta-feira, 15 de abril de 2010

Hino à Liberdade



Pôr -do- sol
Letra para um hino
É possível falar sem um nó na garganta
é possível amar sem que venham proibir
é possível correr sem que seja fugir.
Se tens vontade de cantar não tenhas medo: canta.
É possível andar sem olhar para o chão
é possível viver sem que seja de rastos.
Os teus olhos nasceram para olhar os astros
Se te apetece dizer não grita comigo: não.
É possível viver de outro modo.
É possível transformares em arma a tua mão.
É possível o amor. É possível o pão.
É possível viver de pé.
Não te deixes murchar. Não te deixes que te domem.
É possível viver sem fingir que se vive
É possível ser homem.
É possível ser livre livre livre.
Manuel Alegre

segunda-feira, 5 de abril de 2010

ALELUIA!


Mais, um domingo de Páscoa, se celebrou, por este país fora. "Cada povo, com o seu uso", assím reza, um velho provérbio Português. De facto, a celebração da Páscoa é feita das mais variadas formas.
Contudo, enquanto que para norte do País, nomeadamente Braga e Guimarães, se dá grande relevo à Semana Santa( como uma imitação do que se passa na nossa vizinha Espanha), com todas as procissões, alusivas à paixão e morte de Jesus Cristo. Marcandando desta forma, um compasso, pesaroso e triste, como manda a tradição.
São Brás de Alportel, uma vila serrana, situada no interior do Algarve, nas fraldas da Serra do Caldeirão, é tradição e dá-se relevo à Comemoração da Ressurreição de Jesus de Cristo. Assím, no Domingo de Páscoa, sai a tradicional procissão da Ressurreição e as alas dos irmãos das confrarias e mordomias, com as suas tochas enramalhetadas de flores campestres. Como singularidade, todos os homens da vila e arredores( só homens), com idades que variam entre, os mais pequenos aos mais velhos, muitas vezes coexistem quatro gerações, avós, pais, filhos e netos, constroem as suas tochas de flores(cada um deles) com as mais variadas formas, cores e tamanhos, e desfilam pelas ruas da vila, incorporando a procissão e entoando cânticos quase à desgarrada, num só mesmo refrão, passo a citar:
" RESSUSCITOU COMO DISSE. ALELUIA! ALELUIA! ALELUIA!"
Na verdade, estas pessoas, comemoram e prestam o hino à vida, à alegria, a mais um ritual de passagem entre o Inverno e a Primavera e à ressurreição de Jesus. Mas, um Jesus Vivo!
A procissão inicia-se junto à igreja matriz, desfila pelas ruas da vila, todas elas enfeitadas de flores( alecrim, rosmaninho, malmequeres, calças de cuco e outras flores) no chão, formando um tapete colorido e termina novamente junto da igreja com a celebração da Santa Missa de Páscoa.
Ao terminar a missa, todas as familias reunem-se e vão almoçar o famoso borrego, os folares, etc., nas suas casas ou no restaurante, dando continuidade à celebração do domingo de Páscoa.
Depois do almoço, junto à igreja, é eleita a tocha mais bonita e logo a vencedora, desse ano.
Aqui fica, mais um testemunho, que Portugal, sendo pequeno, é cheio de contrastes.
Viva, ao Hino da Alegria e da esperança, a um novo ciclo de vida, e parafraseando o refrão:
Ressuscitou como disse. Aleluia! Aleluia! Aleluia!

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Páscoa.

A todos aqueles, que me têm acompanhado, nesta aventura que começou no final de Janeiro, a "tertuliagratuita", Maré Alta. Obrigado pelos vossos comentários.
Desejo uma Santa e Feliz Páscoa!

terça-feira, 30 de março de 2010

IF


Alguns dias atrás, uma pessoa minha amiga, a qual prezo muito, deu-me a conhecer um poema de Rudyard Kipling. Confesso, que o li atentamente, embora todo o poema nos remeta para o, "Condicional". Considero, que segundo, Rudyard Kipling, a condição humana, ser "Homem", é uma odisseia extremamente dificil e quase impossível ou pelo contrário, algo extramente simples, como um processo natural, mas o homem é que a complica. Será?
Bem haja amiga, professora e mestre, por me ter dado a conhecer este poema!
Joseph Rudyard Kipling, nasceu em Bobaim(1865) e faleceu em Londres(1936), foi um dos escritores populares da Inglaterra, em prosa e poemas, recebeu o Nobel da Literatura em 1907, tornando-se o primeiro autor da Língua Inglesa a receber esse prémio. Seu poema "IF"(Se) é símbolo dos Cadetes da Academia da Força Área.
Aqui deixo, o seu poema " If", traduzido para português, " Se" .

Se
Se és capaz de manter tua calma, quando,
todo mundo ao redor já a perdeu e te culpa.
De crer em ti quando estão todos duvidando,
e para esses no entanto achar uma desculpa.

Se és capaz de esperar sem te desesperares,
ou, enganado, não mentir ao mentiroso,
ou, sendo odiado, sempre ao ódio te esquivares,
e não parecer bom demais, nem pretencioso.

Se és capaz de pensar - sem que a isso só te atires,
se sonhar - sem fazer dos sonhos teus senhores.
Se, encontrando a Desgraça e o Triunfo, conseguires,
tratar da mesma forma a esse dois impostores.

Se és capaz de sofrer a dor de ver mudadas,
em armadilhas as verdades que disseste
E as coisas, por que destes a vida estraçalhadas,
e refazê-las como o bem pouco que te reste.

Se és capaz de arriscar numa única parada,
tudo quanto ganhaste em toda a tua vida.
E perder e, ao perder, sem nunca dizer nada,
resignado, tornar ao ponto de partida.

De forças coração, nervos, músculos, tudo,
a dar seja o que for que neles ainda existe.
E a persistir assim quando, exausto, contudo,
resta a vontade em ti, que ainda te ordena: Persiste!

Se és capaz de, entre a plebe, não te corromperes,
e, entre Reis, não perder a naturalidade.
E de amigos, quer bons, quer maus, te defenderes,
se a todos podes ser de alguma utilidade.

se és capaz de dar, segundo por segundo,
ao minuto fatal todo o valor e brilho.
Tua é a Terra com tudo o que existe no mundo,
e - o que ainda é muito mais - és um Homem, meu filho!

Rudyard Kipling
( Tradução de Guilherme de Almeida)

terça-feira, 23 de março de 2010

Hora do Planeta.


No próximo dia ,vinte e sete de Março de dois mil e dez, sábado, às 20 h e 30 m, os monumentos mais emblemáticos de todo o mundo e os maiores ícones nacionais vão mergulhar na escuridão pela hora « Hora do Planeta 2010», como resposta às ameaças das alterações climáticas.
Como exemplo, de alguns monumentos que se vão juntar a esta iniciativa, Coliseu, em Roma; a Torre Eiffel, em Paris; a Cn Tower em Toronto; o Big Ben, em Londres. Em Portugal, O Cristo Rei; Castelo de São Jorge; Padrão das Descobertas a Torre de Belém; os Paços do Concelho, em Lisboa; Os Arcos da Cidade, em Faro; a Biblioteca, Manuel Alegre em Águeda, entre outros.
Vá lá, associe-se a esta iniciativa pelo desenvolvimento sustentável.
Durante uma hora, haverá mais um apagão.
Participe!

sábado, 20 de março de 2010

Olá Primavera!




Hoje, dia vinte de Março, chega a Primavera.
Sinónimo, de temperaturas amenas, de sol, de dias mais alegres, do desabrochar das flores, enfim do pulsar da vida. Está frequentemente associada ao reflorescimento da flora e fauna Terrestres.
Como, não há vela sem senão, se algumas pessoas adoram esta estação, para outras, a palavra ou somente a ideia de Primavera é sinónimo de inferno, pois as alergias batem à porta e o sofrimento lá começa mais uma vez até à sua retirada.
Na verdade, hoje o dia começou tímido, embrulhado e até choveu logo pela manhã. Seria a Primavera a despedir-se do Inverno ? Quem sabe.
A Primavera do hemisfério norte é chamada pela " Primavera Boreal", enquanto que a primavera do hemisfério sul, designa-se por, " Primavera Austral". A primeira tem inicio a vinte de Março e termina a vinte um de Junho, por outro lado, a segunda tem inicio a vinte e três de Setembro e termina a vinte um de Dezembro.
Com a chegada da primavera comemora-se também o Equinócio.
A palavra, Equinócio, vem do Latim, "aequus", significa igual e "nox", significa noite. Sendo a sua traduçaõ, as noites iguais aos dias, ocasiões em que o dia e a noite duram o mesmo tempo. A medição da duração do dia considera-se desde do nascer do sol até ao pôr do sol.
Os Equinócios ocorrem nos meses de Março e Setembro e definem a mudança de estação. Hoje, comemora-se mais um Equinócio, mais precisamente às 17horas e 32 minutos e mais uma mudança de estação.
Nas culturas nórdicas ancestrais, o Equinócio da Primavera era festejado com comemorações envolvendo rituais pagãos, de culto à fertilidade das terras, que deram origem a vários costumes hoje relacionados com a Páscoa religiosa cristã.
Como homenagem à chegada da primavera, deixo um poema de uma poetisa e escritora Portuguesa.
Flores
Era preciso agradecer às flores
Terem guardado em si,
Límpida e pura,
Aquela promessa antiga
Duma manhã futura.
Sophia de Mello Breyner
Benvinda Primavera! Mais, um novo ciclo de vida, se inicia e com ele a esperança de um mundo melhor.

domingo, 7 de março de 2010

Dia Internacional da Mulher.

Homenagem ao dia Internacional da Mulher

Hoje, dia oito de Março, comemora-se o Dia Internacional da Mulher.

Por mais palavras, que possa escrever, em nada vem acrescentar ao que já se tem escrito sobre a Mulher.

Não obstante, é bom relembrar que devido a questões culturais e religiosas, existem mulheres em sofrimento, na medida, em que os seus direitos são constantemente negados, nomeadamente junto dos países que professam o Islão. Também, é bom relembrar, mesmo nos países ditos desenvolvidos, e que não professam o Islamismo, existem casos de violência doméstica, em que a mulher sofre entre quatro paredes e muitas vezes sem saber como recorrer a uma ajuda ou um voz amiga.

Assím, a minha humilde homenagem a este género feminino, chamado Mulher, encontrei-o junto de um poema de Madre Teresa de Calcutá.

Mulher:

Tenhas sempre presente que

a pele se enruga, o cabelo embranquece,

os dias convertem-se em anos.....

Mas o que é importante não muda;

a tua força e convicção não têm idade.

O teu espírito é como qualquer teia de aranha.

Atrás de cada linha de chegada, há sempre uma partida.

Atrás de cada conquista, vem sempre um desafio.


Enquanto estiveres viva, sente-te viva.

Se sentes saudades do que fazias, volta a fazê-lo.

Mas não vivas de fotografias amarelecidas.....


Continua, quando todos esperam que desistas.

Não deixes que enferruje o ferro que existe em ti.

Faz com que em vez de pena, te tenham respeito.

Quando não consigas correr através dos anos, trota.

Quando não consigas trotar, caminha.

Quando não consigas caminhar,

usa bengala.

Mas nunca te detenhas!!!

Madre Teresa de Calcutá

Para as mulheres, de todas as idades, de todas as crenças e de todas as raças.

Feliz Dia da Mulher!



domingo, 28 de fevereiro de 2010

Paricutín

Vulcão Paricutín

Paricutín, é um vulcão, localizado no México, no estado de Michoacán. Situado entre as povoações de San Parangaricutiro e Angahuan. A cidade mais próxima deste vulcão é Uruapan e a aldeia designa-se de Paricutín.
Michoacán ou Michoacão é um dos trinta e um estados do México. Estabelece limites com os estados mexicanos de Colima e Jalisco a oeste, Guanajuata e Querétaro ao norte, Guerrero a sudueste e o Oceano Pacífico ao Sul.
Antes de 1943, este vulcão não existia, a maior parte do seu desenvolvimento ocorreu a partir desta data e durante o seu primeiro ano de existência. Em 1952, a sua erupção terminou e desde então está extinto. É pois, considerado como um dos vulcões mais recentes da história.
Não obstante, possue uma elevação 3170 m acima do nível do mar.
As suas coordenadas são, 19º 10`7``N, 101º 53`59``W.
Será mais um capricho da Natureza ou de Deus?
É bom não esquecer, que os caprichos da Natureza ou de Deus, revelam-se na Humanidade, das formas mais nefastas. Ou seja, o que tem de belo, também poderá ter de hecatombe. Veja-se, o que se passou recentemente, o Terramoto no Chile.

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Grand Canyon

Grand Canyon
Continuando a saga, as sete Maravilhas Naturais, mais uma maravilha, o Grand Canyon, apesar de ter um aspecto estéril.
O Parque Nacional do Grand Canyon é um dos primeiros parques nacionais dos Estados Unidos e está localizado na região do Grand Canyon, Arizona.
Seu vale foi moldado pelo rio Colorado durante milhares de anos à medida que suas águas percorriam o leito, aprofundando-o ao longo de 446 km. Chega a medir entre 6 e 29 km de largura e atinge profundidades de 1600 metros.
Foi visto pela primeira vez por um Europeu em 1540, o espanhol Garcia Lopez de Cardenas. A primeira expedição científica ao desfiladeiro foi dirigida pelo Major John Wesley Powell no final da década de 1870.
Esta área era já ocupada por nativos americanos que estabeleciam povoados ao longo do desfiladeiro, como os hopi, povo indígena nativo da América do Norte.
É considerado uma das sete maravilhas naturais do mundo e um ponto turístico visitado por milhares de turistas anualmente, gerando receita para as cidades e populações ribeirinhas ao desfiladeiro.
As suas coordenadas são, 36° 6′ 0″ N, 112° 6′ 0″ W.
Sendo considerado, Património Mundial da Unesco
Será mais um Capricho de Deus ou da Natureza?

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Aurora Boreal

Aurora Boreal

A aurora polar é um fenômeno óptico composto de um brilho observado nos céus noturnos em regiões próximas a zonas polares, em decorrência do impacto de partículas de vento solar com a alta atmosfera da Terra, canalizadas pelo campo magnético terrestre.
Em latitudes do hemisfério norte é conhecida como aurora boreal (nome batizado por Galileu Galilei em 1619, em referência à deusa romana do amanhecer Aurora e ao seu filho Bóreas, representante dos ventos nortes), ou luzes do Norte (nome mais comum entre os escandinavos). Ocorre normalmente nas épocas de Setembro a Outubro e de Março a Abril.
Em latitudes do hemisfério sul é conhecida como aurora austral, nome batizado por James Cook, uma referência direta ao fato de estar ao Sul.
Sendo uma das sete Maravilhas do Mundo Natural.
Será, mais um capricho de Deus ou da Natureza.

domingo, 21 de fevereiro de 2010

Grande Barreira de Coral na Austrália

Barreira de Coral na Austrália

Situada perto da maior Ilha, Austrália, a Grande Barreira de Coral, embora o nome sugira uma faixa contínua, é na verdade, uma comunidade no mínino, 2,8 mil recifes diferentes. Apenas alguns são autênticos recifes em barreiras, quebra-mares, que se elevam junto àorla da plantaforma continental.A Grande Barreira de Coral é o maior recife de coral do mundo, com uma extensão de cerca de 2300 km, situada junto à costa nordeste do estado australiano de Queensland.
A Grande Barreira de Coral é composta por cerca de 2900 recifes, 600 ilhas continentais e 300 atóis de coral. Neste ecossistema complexo vivem em torno de 1500 espécies de peixe, 360 espécies de coral, 5000 a 8000 espécies de moluscos, 400 a 500 espécies de algas marinhas, 1330 espécies de crustáceos e mais de 800 espécies de equinodermes. A área também é preservada pela presença de cubozoários, um grupo de cnidáriosconhecidos pelas toxinas perigosas para o Homem.
Contudo, está ameaçada por sedimentos e detritos químicos vindos de cidades da costa e fazendas.
O excesso de nutrientes mata os micro-organismos que criam novos corais e serve de alimento para estrelas-do-mar espinhosas que comem o coral e já destruíram grandes áreas do recife. Além disso, a formação sofre também com as altas temperaturas que têm sido registradas, que causam o branqueamento dos corais, um problema difícil de contornar.

Mais um capricho de Deus ou da Natureza?

Será, capaz o Homem não danificar este legado?


sábado, 20 de fevereiro de 2010

Cataratas de Vitória

Cataratas de Vitória

Considerada, como mais uma, das sete Maravilhas Naturais do Mundo, esta situa-se no continente africano.
As Cataratas Vitória ou Quedas Vitória são uma das mais espectaculares cataratas do mundo. Situam-se no Rio Zambeze, na fronteira entre a Zâmbia e o Zimbabwe.
David Livingstone, explorador escocês, foi o primeiro ocidental a vê-las em 17 de Novembro de 1855 e deu-lhes o nome em honra da rainha Vitória; o nome local é Mosi-oa-Tunya, que quer dizer "fumo que troveja". Com cerca de 1,5 km de largura, e altura máxima 128 m.
A sua localização, Parque Nacional de Victoria Falls.
Imponente espectáculo!
Mais um capricho de Deus ou da Natureza?
Não queria deixar passar em branco, o facto de hoje a Natureza, mais uma vez ter-se revelado de uma forma terrível, conduzindo a uma hecatombe, a uma calamidade para a população. Veja-se, o que passa e passou na Ilha da Madeira.
Nós, os humanos ,seremos responsáveis por estas manifestações cada vez mais frequentes da Natureza?

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Monte Evereste

Monte Evereste
O Everest (ou Evereste) é a montanha mais alta do mundo. Está localizado na cordilheira do Himalaia. Situa-se na fronteira entre o Nepal e o Tibete (China). Em nepalês, o pico é chamado de Sagarmatha (rosto do céu), e em tibetano Chomolangma ou Qomolangma (mãe do universo).
Radhanath Sikdar, um matemático e topógrafo indiano de Bengala, foi o primeiro a identificar o Everest como a montanha mais alta do globo, de acordo com seus cálculos trigonométricos em 1852.
Hoje, sabe-se, que a altitude do seu pico é de 8 844,43 m ( rocha) e de 8 848m (gelo).
As suas cordenadas são, 27º 59`N 86º 55`E.
Mais uma das sete Maravilhas Naturais do Mundo.
Será mais um capricho da Natureza ou de Deus?

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

QUARESMA

Caminho

Quarenta dias. Hoje, iniciamos o subir da primeira pedra, numa caminhada que culmina, na comemoração da Páscoa.
A quaresma tem o seu inicio na quarta feira de cinzas e termina na quinta feira santa, na celebração da última ceia de Jesus Cristo com os doze apóstolos.
O tempo da quaresma é de quarenta dias, porém em dias corridos somam quarenta e sete.
Também foi conhecida, como o periodo de quarenta dias, que Jesus passou no deserto em oração.
Durante este período, todos nós, somos convidados à meditação, à reflexão e à oração.
Aproveitemos, então, este tempo para pensarmos, em nós e em tudo aquilo que de alguma maneira é importante .


terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Reflexão

Parque Nacional da Peneda do Gerês ( Cascata)
O Carnaval está a chegar ao fim. Quer se goste ou não.
Decidi hoje, deixar uma pequena reflexão, que gostaria de submeter ao vosso comentário.
" Ocasionalmente, deixe os trilhos e mergulhe na floresta. Encontrará com certeza alguma coisa nova."
Alenxander Graham Bell

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Sambodramo- Carnaval



Fotografia do desfile no Sambódramo

As escolas de samba, preparam-se para mais um desfile, no Sambódramo.

Aqui, existe cor, fantasia, humor, alegria, criatividade e sátira.

Pensar, que tudo isto decorre num clima quente e ao que parece, este ano, com temperaturas altíssimas na ordem dos 45 graus.
Saber, que este desfile envolve milhares de pessoas, nos seus preparativos durante um ano inteiro, desde os bailarinos e músicos participantes, até aos coreógrafos de cada escola de samba.
É Obra! Sendo o ópio daquele povo.















quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Setes Maravilhas Naturais do Mundo

Baía da Guanabara - Rio de Janeiro - Brazil

Agora que o Carnaval está a chegar, mais uma vez, o Rio de Janeiro, a capital do Mundo, onde esta época é levada muito a sério, pela população com os desfiles das escolas de samba.
Para ilustar esta época, escolhi mais uma fotografia, da Baía da Guanabara à noite.
Lindo como podem ver.

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Sete Maravilhas do Mundo Natural


Baía de Guanabara vista de lado- Rio de Janeiro - Brazil

Num outro olhar, sobre a baía, abriga dezenas de espécies botânicas, zoológicas e ictiológicas. Entre as espécies que habitam ou procuram a baía de Guanabara para se alimentar ou se reproduzir, destacam-se: Golfinhos, Tartarugas - marinhas, Bagres, Paratis, Sardinhas e Taínhas.
A baía integrava a rota migratória das baleias francas que buscavam as suas águas quentes para procriar, no inverno austral. Até ao século XVIII, a armação (pesca) de baleias foi uma atividade expressiva na baía de Guanabara.

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Sete Maravilhas Naturais


Baía de Guanabara - Rio de Janeiro- Brasil
Agora, que se aproxima o Carnaval, mais uma imagem magnifica, da Baía de Guanabara.
Não esquecendo, que esta Baía, foi classificada como uma das Sete Maravilhas Naturais do Mundo.
Para a ilustar, escolhi um poema de Vinicius de Moraes.
Soneto do amigo
Enfim, depois de tanto erro passado
Tantas retaliações, tanto perigo
Eis que ressurge noutro o velho amigo
Nunca perdido, sempre reencontrado.
É bom sentá-lo novamente ao lado
Com olhos que comtêm o olhar antigo
Sempre comigo um pouco atribulado
E como sempre singular comigo.
Um bicho igual a mim, simples e humano
Sabendo se mover e comover
E a disfarçar com o meu próprio engano.
O amigo: um ser que a vida não explica
Que só se vai ao ver outro nascer
É o espelho da minha alma multiplica...
Poema de Vinicius de Moraes